12 de abr de 2010

Ajuda-me!!

Saudações Fraternas, queridos leitores!!

Após um breve período sabático, volto a escrever aqui neste blog... O corre-corre das avaliações na faculdade, de certa forma, me impediram de postar alguma coisa legal aqui, o que me vinha a mente, não passava de um parágrafo.

Confesso estar sem inspiração ( se inspirado ja não é dos melhores, imagina como estou hoje...rs...), mas a vontade de redigir sobre algum tema, por mais abstrato que seja ele, me motivou a ir em frente no que tange a expor idéias das mais variadas sobre a vida em geral.

Há quem diga que a vida é complicada, difícil, cheias de agruras, e ainda há quem diga que existem "vidas", ( se não bastasse apanhar em uma, existem quem prefira viver várias, como uma forma de evoluir a base de sofrimento), Contudo, quero compartilhar com vocês as possibilidade de se viver a vida, como uma maneira de ser feliz, de estar bem, equilíbrio em todos os departamentos da supracitada e concomitante a isto, ser intensamente feliz.

Ouvi uma canção ontem que dizia "AJUDA-ME", como uma forma de pedir a Deus para ajudar na caminhada... A nossa vida é semelhante a uma maratona, que sempre se caminha em alguma direção, norteando sempre para algum lugar, um alvo,uma meta, um fim. Destarte, após fazermos estas poucas analogias metáforicas, vislumbramos a vida como uma dádiva Divina outorgada a nós...( reconhecendo que somos o empossados por Deus entre 300 milhões de concorrentes, ao fecundar um óvulo, da mesma forma, que conseguimos chegarmos ilesos a doenças infantis, viroses, acidentes domésticos, aos infeiz e famigerados problemas da adolescência e puberdade e estamos aqui, pelo menos por incompletos 31 anos bem vividos...rs...).

Os desafios nos surgem para uma possibiidade de crescimento, de melhorarmos como ser humano, como seres que constantemente precisam de um aperfeiçoamento, de uma "lapidada", de um "polimento", de uma retífica. É bem verdade que todos estas possibilidades de amadurecimento são um tanto dolorosas em sua essência, pois nos expôem as mais variadas formas de confronto com lides pessoais e hiatos de personalidade emocional extremamente mal resolvidas, com isso, nos insurgem como uma mais eficaz ferramenta divina de crescermos...

Daí, mais propício ainda o fragmento do refrão da canção do nosso querido Pr. Armando Filho: "AJUDA-ME".

Mais do que nunca tenho cantado isso diariamente no meu cotidiano, Ajuda-me!!!



Ajuda-me ,Senhor!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário