5 de ago de 2010

Descansa em Deus, na Paz do Senhor...

Em meio a uma turbulência...

uma canção soa como um balsamo.

tema de uma cantata- Inesquecível, por que não dizer.

Ressoa...

" Se lembre, da vontade do Senhor, guiou-nos com carinho até aqui, Se lembre, do amor de Nosso Deus, do plano reservado para nós..."

Recitar estas palavras, da uma conotação de uma grande dificuldade vencida. No entanto, não é este contexto no qual ela esta ressoando.

Ela ressoa, no meio do turbilhão, no meio do nada, quando não se há esperança, nem luz do fim do túnel.

Deserto...

Um eco do silêncio é o que os ouvidos escutam, e subitamente, quando a ausência de fazer aquilo que se ama, quando se aproxima do momento mais angelical do ano, quando a história é contada em harmonias, acordes, unção e exalando emoção...

Silêncio...

O vácuo do nada, nos revela nada. Simplesmente nada!!

Entrementes... " Se lembre da vontade do Senhor..."

....



Viver isto, acreditar piamente que acordes surgirão, que lágrimas brotarão de olhos ressecados, que os braços voltarão a mexer-se... Por hora é so um sonho. As lágrimas caem... A saudade aperta, a dúvida mistura-se a uma dor e revolta.

Ate porque... somos humanos...

"... Se lembre da vontade do Senhor..."

A música muda o tema... os acordes em Perfeito Maior, cadênciam-se em modo plagal, e o acorde torna-se o tema do post...

"Descansa em Deus, na paz do Senhor, confia em Seu eterno amor, Descansa em Deus, na paz do Senhor..."

É a esperança!

O fôlego ressurge, as lágrimas outrora fruto de um sentimento doloroso, volta a cair.

Cair de esperança!! Os músculos contraem-se, os braços repetem movimentos técnicos... o calafrio toma o ser e tudo volta a ser uma esperança...

De que o sonho não morreu. O ar da música voltará a ser inalado. A transpiração emotiva de outrora voltará...

É isso que o mantém vivo- A esperança de contar através da música as maravilhas que marcaram a humanidade defintivamente!!!

Enquanto isso não chega...

"... Descansa em Deus..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário