13 de jun de 2010

Funcionário da Compesa

...Havia um homem...


Meia idade, 40 e poucos anos, pai de filhos ( inclusive agraciado com uma Vitória...)- pastor, amigo, companheiro, pai. `Pai de uma dezena de filhos e filhas que vislumbrava nele alguém que é um espelho e modelo e ser seguido e confiado... Sabe aquelas pessoas da nossa infância que quando vemos, olhamos pra eles e dizemos " Quando eu crecer, quero ser igual ao você". Eis ai... O funcionário da Compesa.

Igualmente a outros incontáveis funcionários... ele já estava nesta empresa ha anos... assumia um cargo legal... interessante... e desempenhava com extrema habilidade as outras funções ora discriminadas.

Via-se nele, um semblante sereno,um sorriso fácil, cabelos impeteáveis, um bigode de decadas, uma capacidade sensitiva acima da média... Além de uma sensibilidade vista por poucos. Sensibilidade esta, capaz de descrever num simples "Boa Noite!", se você estava bem ou mal. Feliz ou triste, preocupado ou de bem com a vida. Apaixonado ou infeliz conjugalmente.

Seu sorriso e sua discrição, sua forma de abraçar, de ser "pai", era algo espantoso, tanto que ha cada semana, novos candidatos órfãos de pai, o procuravam. Anelando encontrar abrigo, amor, companheirismo e por que não dizer.. Paternidade. Isso desempenhara como poucos... ser pai.

Ele também era amigo. Sabia guardar segredo. O que conversava-se com ele, permanecia ali. Dentro daquelas paredes azuis eternamente. Conselhos sábios, livros indicativos de primeira qualidade, eram um dos marcos de sua amizade, ele sempre tinha um livro que admiravelmente era a nossa cara, ou, aquilo que exatamente estávamos procurando.

Com isso.. ele se tornou sábio... por saber, por ler e pela sua capacidade intelectual... Não baseada na ciência ou na letra fria da lei. Era da ciência da vida, do amor, do cristianismo, na tolerância, do senso respeitoso, pela capacidade de amar mutuamente, dando indicios acima da média de compaixão.

Ele ria com você, chorava com você. Admoestava.

Lembro-me de um admoestação dada a mim, como ele procurava bem as palavras para chegar ao cerne... Uma crítica, uma repreensão- regado a tanto amor, que dava até prazer ser repreendido por ele. Porque nos fazia bem. Seu olhar, nos tornava de novo a estar no viés correto. Não era ruim, sua sala de estar ou melhor de "bem estar", era disputado por muitos... que sabiam de sua capacidade de manifestar um senso de respeito e de acolhimento e, de saber de sua história... pescrutando calmamente em sua vida, criando doravante uma relação cristo-terapeutica, onde ao mesmo tempo, era de terapeuta e paciente. Tudo isso, concomitantes.

Sua familia crescia... Naturalmente como tinha que ser... seu círculo foi crescendo... e o funcionário da compesa, queria mais... Queria fazer a função de amigo, pai, pastor, conselheiro, confidente, em tempo integral. Queria ser o médico da alma em tempo maior, com mais insumos de horários, que pudesse fazer com que mais pessoas pudessem ser abençoadas pela sua palavra.

Até que um dia...

Ele conseguiu sair da compesa.

Finalmente!!!

Mas...
Ele nao tem mais tempo para seus filhos. Seus olhos não vislumbram nosso ser como outrora, ele não tem mais tempo para conversas serenas e calmas. Tudo tornou-se corrido. Tudo é contado. Ele apenas consegue aprender seu nome. Sua história? - Não da tempo.Atribuições novas o levaram a um assorbebamento de funções que não da temnpo. Bill Habes, Ron Kennoly, Max Lucado, dizem categoricamente, DIVIDAM!!! Mas, ele não... Ele diz o contrário: CONCENTRE!!! Concentre em mim, tudo!!! Eu faço tudo!!!

Ai...

Os filhos perderam o pai. Os amigos tornaram-se cada dia distantes e os adjetivos que eram de temperança, amor, paciencia... virou Ostracismo... superficialidade... distancia...

Que Saudade do Funcionário da Compesa!!!

Que saudade daquela sala...onde ria, chorava com ele e não para ele...

Que saudade do abraço apertado, do toque, do afeto.

Anelo, Meu Deus, que ele não volte, para a compesa, contudo, que o sentimento, o amor, o carinho retornem... Urgentes!! Porque 300 amigos esperam por ele de volta. Sonnhamos com o saudoso e inesquecível Funcionário da Compesa.

Neste dia, Desejamos ao Funcionário da Compesa,

Feliz dia do Pastor!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário